Pages

  • Twitter
  • Facebook

19 de outubro de 2010

Uma suplica

Um comentário:
 

Agarrei as nuvens do céu para flutuar, mas elas gotejaram e me deixaram cair.
Era um dia da semana qualquer, resolvi usar meias coloridas e abraçar a vida com felicidade.
Um suspiro profundo me ocorreu, cai em um sopro de neve que passava vagamente.
Nunca entendi completamente essa coisa de ouvir sussurros às vezes, mas aquilo me pareceu um pedido de ajuda sigiloso. Olhei para o céu e as minhas antigas nuvens vestiam um tom diferente, também me toquei que as constelações que eu via à noite já não brilhavam mais para mim.
Foi um pedido de ajuda discreto, que o vento trouxera para mim.
Mesmo que a minha vida estivesse perfeitamente normal ou feliz naquele dia, eu deveria me sentir em um velório. Estava tudo morrendo, tudo morrendo em volta.
As árvores estão sumindo, já não sinto mais o cheiro da grama. Minhas lindas nuvens foram poluídas e deixaram meus rios e mares doentes. Minhas flores perderam o perfume e os animais suas casas. Onde é quente fica cada vez mais quente e o que é gelo vira mar.
Foi um pedido de ajuda da natureza para o próprio assassino, porque eu também estava contribuindo para sua morte, mesmo não querendo.
Também estamos todos morrendo por fim.
Eu queria poder dizer que fiz algo imenso que mudou o mundo, que salvou quem tanto me pedia socorro, mas infelizmente não foi assim, ninguém escuta. E quem realmente precisa, talvez nunca leia esse texto e se ler, talvez não faça diferença alguma.

Um comentário:

Amarildo Damaceno disse...

Olá Camila!
Encontrei seu Blog por acaso em uma comunidade do Orkut...
Acabei agora de ler grande maioria dos seus textos, e sinto-me obrigado a deixar aqui uma mensagem de incentivo, afinal, é raro clicarmos em um link "desconhecido" e nos depararmos com linhas tão gostosas de ler!
Suas palavras me passaram uma sensação extremamente gostosa... Não chego nem perto de ser um expert em questões literárias, mas sei separar bem o que me traz alegria e o que não traz... E definitivamente os seus escritos (em especial este o qual comento) trouxeram uma pitada de magia à minha noite!!!

Que a expiração nunca lhe falte, e que alcance seus nobres objetivos!

 
© 2012. Design by Main-Blogger - Blogger Template and Blogging Stuff