Pages

  • Twitter
  • Facebook

3 de janeiro de 2010

Silêncio

Nenhum comentário:
 


Silêncio. Isto me parece uma palavra tão irrelevante, do tipo de palavra que não interrompe uma discussão, que não demonstra algum afeto.
Todos sabem que algumas coisas realmente não devem ser ditas, mas será que realmente devemos deixar de ouvir?
E nós vivemos o tempo todo fugindo das sombras da morte.
Você escutou, mas não me ouviu.
Eu gostaria de poder dizer que de alguma forma fui salva daquilo que surpreendentemente me assustava.
Cortar-se com rosas é uma coisa tão comum, mas e quando você consegue se cortar com uma rosa sem espinhos?
Costumam dizer que as pessoas tem mania de querer explorar o que está quieto e escondido, mas deve haver uma razão para tal coisa estar nessas condições.
Sim, somos todos muito curiosos, e cada um a sua maneira, seja ela extremamente estranha ou não.
Mas e o que será daquele que explora de mais? Daquele que não tem medo da sombra da morte? Talvez não pereça tão rápido, mas esse tipo de pessoa fica completamente sem razões pelo que lutar, afinal, uma pessoa sem medo da morte, lutaria pelo o que exatamente?

Nenhum comentário:

 
© 2012. Design by Main-Blogger - Blogger Template and Blogging Stuff